Com o COVID-19 forçando muitas empresas a implementar rapidamente o trabalho remoto, você pode repentinamente trabalhar em casa e se perguntar como começar.

Aqui estão seis dicas para ajudá-lo a gerenciar-se efetivamente.

O surto de coronavírus COVID-19 já teve um enorme efeito no trabalho e em como trabalhamos.

Ele interrompeu as cadeias de suprimentos, levou a restrições de viagens e, é claro, esta tendo um custo humano terrível.

Portanto, não é surpresa que mais e mais empresas estejam começando a recomendar ou exigir que os funcionários trabalhem remotamente ou trabalhem em casa.

O crescimento do trabalho remoto não é novidade, mas a urgência provocada pelo coronavírus COVID-19 significa que muitos de nós podem precisar de repente trabalhar em casa, às vezes pela primeira vez, com falta de políticas ou treinamento formais.

Trabalho em casa 5 dias por semana há mais de 03 anos..

Descobri que isso me proporciona maior produtividade, criatividade e satisfação no trabalho, e pesquisas mostram que muitos trabalhadores remotos sentem o mesmo.

Um pouco de preparação pode ajudar bastante a prosperar neste novo mundo do trabalho, então, aqui estão seis dicas para ajudar você a começar.

1 – Conheça o seu estilo de trabalho

Trabalhar em casa (Working From Home) ou home office, como qualquer forma de trabalho remoto, apresenta novos desafios e oportunidades que exigem que você aborde o trabalho de maneira diferente.

A boa notícia é que você tem mais liberdade e controle sobre como trabalha, mas para torná-lo mais impactante, você precisa alinhar a forma como trabalha em casa com o estilo de trabalho.

Sua criatividade e produtividade atingem um pico de manhã ou à tarde?

Você é uma cotovia ou uma coruja?

Você trabalha melhor com a cabeça abaixada em silêncio ou se sente bem com música e ruído de fundo?

Ao entender tudo isso e planejar sua experiência e ambiente da WFH, você ficará mais produtivo e mais satisfeito.

Reserve algum tempo para se sentar, entender melhor seu estilo de trabalho e usar essas idéias para planejar sua abordagem.

Este é o fundamento do Home Office.

2 – Crie seu espaço de trabalho

Uma grande parte do WFH eficaz é fazer com que pareça trabalho e o espaço de trabalho físico que você escolher é central para isso.

Você não precisa de um escritório em casa ou faz grandes investimentos, apenas um pouco de planejamento.

E talvez movendo alguns móveis.

Que tipo de espaço de trabalho melhor se adequa ao seu estilo de trabalho?

A mesa da cozinha vai dar certo ou você precisará de algo maior?

Ter outras pessoas por perto o ajudará ou você precisará trabalhar em uma sala separada?

Uma janela com vista para o mundo o inspira ou distrai?

Você quer estar perto de uma parede para poder colocar alguns post-its?

Você precisará de um local para armazenar documentos?

Posicione sua área de trabalho de forma que você possa se concentrar e ter os recursos necessários.

Um desses recursos críticos é uma boa conexão à Internet; portanto, descubra onde em sua casa a melhor recepção Wi-Fi.

Se você estiver fazendo muitas chamadas de vídeo, pode ser necessário fazer um pequeno investimento em um cabo Ethernet.

O Wi-Fi pode não ser confiável e uma conexão com fio levará a uma melhor qualidade de chamada.

Pense em como sua área de trabalho será visualizada e tocada em uma chamada de áudio ou vídeo.

Haverá muito ruído de fundo?

Mais importante, o que todos os outros na videochamada verão atrás de você?

Eles vêem uma cozinha bagunçada atrás de você, uma pilha de roupas ou vêem uma formação profissional organizada?

Se você estiver trabalhando remotamente por um período prolongado, tente tornar esse espaço de trabalho semi-permanente, para poder voltar a ele todos os dias e continuar de onde parou.

Faz com que pareça seu espaço pessoal.

3 – Entre na mentalidade certa (Mindset)

Quando finalmente chega a hora de começar o seu primeiro dia trabalhando em casa, não se trata apenas de abrir o laptop e ficar sentado à mesa da cozinha o dia inteiro, de pijama.

Tente fazer com que pareça trabalho, o que pode ser um desafio quando cercado por sua casa, família ou animais de estimação.

Mas fazer essa mudança mental para “trabalhar” ajudará seu foco e produtividade.

Se você configurou seu espaço de trabalho da maneira correta, você já está na metade do caminho.

Um truque simples para fazer essa mudança mental é vestir-se de maneira que pareça trabalho, o que provavelmente não significa calças de moletom.

Você não precisa se formalizar, mas se vestir como no trabalho, mesmo que um pouco, lembrará que você está no modo de trabalho agora.

Se você estiver fazendo videochamadas, faça isso para dar a impressão profissional correta aos seus colegas e clientes.

Por fim, certifique-se de iniciar e terminar cada dia de trabalho aproximadamente no horário habitual.

Embora exista uma tendência natural e admirável de começar mais cedo ou trabalhar mais tarde, porque agora o tempo de deslocamento é zero, tente manter o seu horário de trabalho regular para fazer com que pareça trabalho.

4 – Horários e rotinas mantêm você focado e motivado

Você provavelmente terá menos reuniões e distrações de colegas ou chefes.

Embora isso possa levar ao desafio do isolamento social – mais sobre isso mais tarde -, você terá a chance de ter mais controle sobre sua agenda, se concentrar mais em algumas grandes tarefas e mergulhar nelas por algumas horas.

Para criar o foco do dia de trabalho, planeje o que você deseja realizar a cada dia e divida o tempo de cada uma das suas tarefas.

Programe tarefas criativas para os momentos em que você é mais inovador e o trabalho de rotina para os momentos em que você não é.

Crie tempo para rituais e rotinas diárias, como verificação de e-mail da manhã, chamada de equipe ou tarefas administrativas.

Tente agendar sua semana inteira com antecedência.

Minha primeira tarefa nas manhãs de segunda-feira é pegar um pedaço de papel milimetrado, criar uma coluna para cada dia da semana e escrever o que quero realizar todas as manhãs e tardes, de segunda a sexta-feira, e colocá-lo na parede em frente a meu espaço de trabalho.

Ao longo da semana, cruzo o que fiz e ajusto no dia seguinte, conforme necessário.

Sexta à tarde, reflito sobre a semana, faço algumas anotações para a semana seguinte e repito o processo na segunda-feira de manhã.

Ver um registro visual do que realizo a cada semana dá uma sensação de realização incrivelmente motivadora.

5 – Fique atento ao seu bem-estar físico e mental

Trabalhar em casa tem algumas tensões únicas e o isolamento social é o principal.

Somos animais sociais, e trabalhar em casa o dia todo pode afetar nossa saúde física e psicológica.

Mas você pode lutar contra isso.

Manter contato com seus colegas é vital e o e-mail não é suficiente.

Encontre tempo para conversas virtuais sobre bebedouros com seus colegas, mesmo para conversar.

Defina um horário dedicado todos os dias para fazer isso, estejam eles trabalhando em casa ou no escritório, e faça uma videochamada para fortalecer esse vínculo social.

Mantém sua equipe forte e você se encaixa mentalmente, com o benefício adicional de ajudá-lo a acompanhar o que está acontecendo na empresa.

Não se sinta mal ao sugerir reuniões por vídeo pelo Skype ou Zoom – talvez você não seja o único que prefere a comunicação ao vivo a confiar apenas em e-mail e bate-papo.

Se você trabalha em casa com sua família ou entes queridos, obtenha uma recarga emocional e inspiração deles sempre que precisar.

Tire vantagem de estar em casa.

6 – Faça pausas para o lanche fora do local de trabalho

O almoço é uma excelente oportunidade para desenvolver uma rotina, combater o isolamento social e manter-se fisicamente apto.

Almoçar em sua mesa é uma má idéia e uma oportunidade desperdiçada de utilizar a liberdade de almoçar em casa.

Faça do almoço uma parte de sua rotina e faça valer a pena.

Saia e confira o restaurante no bairro que sempre fica lotado à noite.

(em momentos de pandemia como o que vivemos hoje, não saia de casa a menos que seja extremamente necessário).

Conheça outras pessoas.

Almoce com os colegas, se possível.

Faça alguns cursos on-line ou acompanhe algumas palestras do TED, aquela série predileta ou até mesmo um filme.

Não se sinta mal por sair para almoçar, correr ou dar um passeio enquanto trabalha em casa – é bom para você e para a sua empresa porque se torna mais criativo e focado.

Embora o COVID-19 signifique que muitos de nós estamos trabalhando em casa por um motivo infeliz, o lado positivo é que nos familiarizaremos com um estilo de trabalho que está se tornando cada vez mais comum.

Algumas ou todas as dicas compartilhadas aqui podem tornar sua experiência no Home Office mais gratificante e produtiva e prepará-lo para o futuro do trabalho.

Quem sabe; você pode querer torná-lo seu estilo de trabalho padrão a partir de agora.

Crie sua Realidade

Os Pensamentos criam a sua Realidade!